Folclore brasileiro Folclore brasileiro

brincadeiras - danças - lendas - festas - personagens


Principal Folclore brasileiro Lendas folclóricas Personagens Festas folclóricas Brincadeiras Vídeos

Lendas folclóricas

As Lendas folclóricas brasileiras são inúmeras, inclusive há estórias diferentes sobre o mesmo personagem em cada região do país.

As lendas são estórias contadas de uma pessoa para outra, e assim transmitidas até a presente data de forma oral. São misturadas neses contos, fatos históricos, reais e invensões frutos da fantasia.

As lendas podem ser a respeito de deuses, herois, personagens sobrenaturais, contos indigenas, lugares e coisas encatandas, e muitos outros tipos.

Há muitos contos que são tradicionais em uma região e pouco conhecido em outras, porém tem também aquelas lendas contadas em todas as regiões do Brasil, independentemente de sua origem.

Lendas brasileiras

Abaixo você conhecerá algumas dessas lendas folclóricas brasileiras como o lobisomem, Saci-pererê, O Negrinho do pastoreio além de outros belos contos de nossa cultura.

Lenda do Lobisomem

    Contam os antigos moradores, que em época de quaresma ninguém podia sair nas ruas durante a noite, pois havia um homem andarilho que virava lobisomem. Ele saía à noite e andava pelos quintais das residências, nos galinheiros, nos chiqueiros e nos currais. Os cachorros saíam correndo atrás do lobisomem, que se transformava num monstro barbudo com rabo bem grande e era o terror da quaresma.     Esse ser estranho amedrontava as crianças e os adultos, poi...

Saci-pererê de Morretes

   Em Morretes, aconteceu o caso de um jovem que, voltando para casa após uma noite de festa, levou uma chicotada do saci.    Assustado, ele entrou em casa e até o dia amanhecer ouviu os assobios do saci, que perambulava por seu quintal.    Segundo os moradores de Morretes o assovio é uma das melhores maneiras para descobrir se o saci está perto, ou não. Ele tem um assovio duplo e curto, um aspirar e um expirar que soa fino. Outra forma de visualizá...

Comadre Fulozinha

    Zeza trabalha com a família há uns 30 e muitos anos. É nossa cozinheira e faz uns quitutes irresistíveis! Cozinha no fogão a lenha, faz canjica, cuscuz de massa, cocada, bode assado, guisado e um pão integral maravilhoso!     Enquanto ela fica cortando rabanete, nabo, picando alho-porró, cortando jambu, conta as histórias deste lugar. Estamos na área rural do município de Gravatá, uma área de transição entre Zona da Mata e Agreste. Neste brejo de alti...

O Negrinho do pastoreio

    Havia, nos tempos idos, um estancieiro perverso que adorava maltratar os escravos. Na estância desse demônio, vivia um negrinho chamado simplesmente de Negrinho. Não tendo mãe nem pai, ninguém se lembrara de batizá-lo. Graças a isso, dizia-se que era afilhado de Nossa Senhora.     Certo dia, o estancieiro perverso resolveu organizar uma corrida de cavalos. O Negrinho, bom de cavalhadas, deveria conduzir o cavalo do patrão.     - S...

História do Saci-pererê de Monteiro Lobato

    Tio Barnabé era um negro de mais de oitenta anos que morava no rancho coberto de sapé lá junto da ponte. Pedrinho não disse nada a ninguém e foi vê-lo. Encontrou-o sentado, com o pé direito num toco de pau, à porta de sua casinha, aquentando o sol.          - Tio Barnabé, eu vivo querendo saber duma coisa e ninguém me conta direito. Sobre o saci. Será mesmo que existe saci?          O negr...

Os filhos do Trovão

    A lenda da origem dos tárias, ou filhos do Trovão (também ditos filhos do Sangue do Céu) está longe de ser a mais famosa das nossas lendas indígenas. Contudo, é, seguramente, uma das mais interessantes, razão pela qual foi escolhida para abrir esta pequena mas representativa amostra da extraordinária capacidade imaginativa dos nossos verdadeiros ancestrais.          Os tárias - ou tarianas - eram uma tribo do rio Uaupés, situado n...